quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Bailarinas do Mundo - vamos nos oficializar?






Hoje me lembrei muito da minha mãe.
Ela já foi embora há cinco anos, mas os ensinamentos sempre lhe trazem de volta, em momentos que eu nem imagino.

Ela tinha o poder de me controlar com os olhos, não era necessário gritar, ou levantar a mão, um olhar e eu sabia que estava passando dos limites.

Foi ela quem me ensinou que quando temos um trabalho não importa o que ocorra, devemos estar llá.

Eu a vi muitas vezes ir trabalhar com febre, ou deixando um dos filhos doente em casa, mas a responsabilidade estava em primeiro lugar.

Ela sempre me ensinou que palavra não precisa de papel, e acho que ficaria triste sabendo que hoje em dia, esse ensinamento não tem muita valia, neste mundo de Meu Deus...

Então chega de falar da minha infãncia e vamos a sugestão de hoje:

No nosso meio da dança Oriental, tudo funciona meio que na base do, ok então vamos fazer assim, emails trocados, conversas virtuais, que nem sempre são guardadas, telefonemas via skype e muitas mensagens que ou não são enviadas, ou não chegam, ou simplesmente nunca existiram.
Adicione-se a isso, a imaginação fértil das pessoas e a capacidade de espalhar boatos, temos um carnaval de ações que culminam com uma grande e bagunçada torre de Babel.

Minha proposta é, na verdade apenas uma sugestão.
Tenha sempre em mãos um contrato básico de serviços, escrito em Português, e também em outro idioma para o caso de viagens internacionais, com a descrição exata de suas condições de trabalho.

Envie a seu contratante, e solicite a assinatura com reconhecimento de firma, que é possível em qualquer país do mundo. Em um país onde isso não seja usual, o contratante deve assinar o contrato em pdf e lhe enviar por email, juntando também uma cópia do passaporte desta pessoa para comprovar que aquele que assinou é o mesmo que lhe contratou.

Dessa forma nos protegeremos de organizadores, que por sua própria falta de experiência ou suporte, não conseguem arcar com as responsabilidades, e então resolvem não pagar ao artista o combinado, ou então diminuem o valor a seu bel prazer, usando de informações que não são provadas.

Se todas nós passarmos a exigir o mesmo, não haverá saída para aqueles que se valem de nossa informalidade e confiança, para obter o que querem, sem pagar o que devem.
Fica aqui uma sugestão
Meu contrato já está sendo formatado e vai estar em diversos idiomas. Sempre melhor que seja o idioma oficial do lugar que vc visitará.

Boa sorte a todas nós, loucas bailarinas, por este mundo!!!

19 comentários:

Marcela Azambuja disse...

arrasouuu Lulu....concordo...adorei tudo que disse..bjs e sucesso

NANDA SALIMA disse...

Com certeza o que vc disse é uma verdade absoluta. Mas será que no nosso pais isso funciona? Se todas se unissem e realmente fizessem isso, não haveriam alternativas. O problema é que muitas vzes somos boicotadas por nos mesmas.Será que deu pra entender o meu questionamento?
Bjs...

Shahar Badri disse...

Oi Lulu!

Achei barbaro o conselho que voce postou aqui no Blog! Eh muito bom alertar as bailarinas sobre o perigo de se acordar trabalhos apenas com palavras.

Nada como preto no branco! Ter o respaldo de um contrato eh sempre melhor! Evitar dores de cabeca desnecessarias eh muito bom!

Soh acrescentaria mais uma dica...simples mas que as vezes nao seguimos. Conseguir informacoes do contratante eh sempre bom. No mercado de danca, todo mundo conhece "quase" todo mundo...nao custa nada se informar. Como diz uma amiga: Se dizem que a vaca eh malhada, pelo menos uma pinta ela tem!!! Afinal o seguro morreu de velho!

Abraco a todos, beijos&luz pra voce Lulu!

Shahar Badri (Londres)

Lulu Sabongi disse...

Tem mais um cuidado que é necessário.
Que no contrato verse que no processo se necessário, ele deve correr oficialmente no Brasil
beijos Cecé

Lulu

Ali Khalih. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ali Khalih. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ali Khalih. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ali Khalih. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ali Khalih. disse...

Direcionado à bailarinas do mundo! Mas quero comentar representando os bailarinos!(risos).
Brincadeiras a parte, mas o assunto de séria importância!
Na minha opinião, contratos seriam uma certa garantia, preto no branco, tudo no papel, mas acho que seria somente para fins de organização, muitas vezes não vale a pena acionar um contrato no Brasil, já aconteceu comigo em uma ocasião do contratante cancelar o show de 5 dias em uma grande feira em Sp, dançamos, eu, a Nevenka e a Luna, somente o primeiro dia, havia contrato e o organizador da feira não quis pagar os dias restantes,conforme rezava a cláusula do contrato em caso de cancelamento, fomos procurar recursos para acionar o contrato na justiça e as despesas eram grandes, não valia a pena mesmo, sem falar na burocracia e na demora de algo ser solucionado, tenho também um contrato acionado contra a Brasil Telecom, obtive o ganho da causa em 2005, mas até hoje recebi o montante, pois recorreram e está desde 2005 parado em brasília, mas como nós brasileiros e bailarinos temos fé sempre, e utilizamos os poucos recursos que temos, vamos continuar com acordos, como dizia meu avô: "no fio do bigode" e trabalhando com contratos para fins de organização de palavra escrita!
Acho isto excelente!Tanto para os bailarinos contratados como para os contratantes, para não haver nunca, nenhum tipo de discordância entre ambas as partes.
O Tarik sempre brinca dizendo que vai abrir o sindicato dos bailarinos orientais! RSRSSRRS!!!
É uma brincadeira, mas seria legal se isso existisse de verdade! Quem sabe para as futuras gerações!
Mas para existir nas futuras gerações, temos que nos organizar quanto a isso e partir de nós mesmos a iniciativa!
Um grande beijo à todos e muito sucesso Luz e "MASSARI" no bolso!

Ali Khalih.

Ali Khalih. disse...

Me desculpem eu ter cancelado os outros comentários acima, meu computador ficou maluco e postou várias vezes o mesmo texto! Bjs!

casadabrima disse...

Todo trabalho sério, com profissional idem, deve promover a segurança do contratado e do contratante. Post de utilidade pública, Lulu.

Em relação à pergunta da colega de cima, sobre se isso pega ou não no meio da DV, minha opinião: se não formos nós as primeiras a colocar seriedade e respeito pelo trabalho que fazemos, quem colocará? Pessoas de fora? Não acredito. Se deixamos de ter uma conduta séria e profissional, com medo de sermos "boicotadas" então estaremos dando razão aos que boicotam. E penso que isso não é nada interessante. ;)

Comm carinho, Vivi

rhazi disse...

Já já esse post vira um grande bate papo! comentando o que o Alih disse, com certeza, precisamos sim, de um Sindicato, mas, antes disso, seria necessário uma associação de bailarinos de Dança Oriental. Uma associação garantiria direitos (até de INSS)poderia colaborar com capacitação, fiscalização e contratos de trabalho também... enfim... Quem se habilita?

J. disse...

oi, Lulu.
Será que poderia,quando puder, enviar-nos um modelo de contrato?
Quem está a fazer é um advogado? As cláusulas são baseadas mesmo em sua experiência também?
Seria muito bom mesmo ter este tipo de garantia tornada usual em qualquer evento.
No dia que se tornar comum, será visto com naturalidade.
bjs.

jeanne disse...

Sempre haverão pessoas más intencionadas e egoistas, infelismente a palavra hoje em dia não pode ser tão confiavel quanto antigamente...
Alem de um bom contrato, o ideal é pagar adiantado...hi hi hi...
Boa sorte a todos os profissionais autonomos e sempre vale a pena estar informado e informando sobre ma conduta ,e pessoas más... é isso aí Lulu...to com vc...

disse...

Querida Lulu,
Penso que todo trabalho prestado, seja ele um simples conserto, até a nossa Dança do Ventre, deve ser acordado, formalizado, para segurança de ambas as partes, pois sabemos também que, em nosso meio existem pessoas que não são profissionais e simplesmente não cumprem o acordado...uma boa relação profissional é segura e transparente, aqui no Brasil, quando colocamos no papel nossos direitos e deveres...pelo menos tentamos fazê-lo assim...concordo e muito com você...Bjins

Suheil disse...

Concordo geral com a Lulu!

Já passei também por situações assim fora do pais(e dentro também!) e me senti completamente perdida! Hoje só saio de casa com contrato assinado, volcher de hotel (que confiro antes na net como é) e da passagem ida e volta (acreditem, as vezes vc chega lá e descobre que seu hotel é um quarto na casa do contratante!). E ainda tem gente que acha que vc não precisa nem de água nem de comida... complicado!
No papel fica tudo claro!

Mas tb vamos dar um "hello" aquelas pessoas que após várias vezes fazendo tudo direitinho, a gente sim, acaba relaxando e tratando no fio do bigode, pois sabemos que com elas não haverão surpresas. Ainda bem que ainda existe gente do bem e de confiança!

Mas até separar o joio do trigo... contrato neles! Rs...
Pra quem precisa de modelos, a pedidos de minhas alunas que já me cobram isso faz tempo, estarei disponibilizando na área de downloads do meu site, alguns de meus contratos. Fiquem a vontade para remodelá-los de acordo com as necessidades de cada um.

E aproveito agradecer aqui também a mestra Lulu que me abriu espaço lá no Shangrilá, aonde em agosto começo ministrar aulas regulares. Obrigada amada! Nos vemos em breve!

Bjks a todos!
Suheil

Maurício Pinzkoski disse...

O Ballet é lindo, especial, harmonioso.

As pessoas - que fazem parte desse espetáculo único - idem.

Mauricio - Ballare Malhas - www.ballare.com.br

Maurício Pinzkoski disse...

NOTÍCIAS E NOVIDADES:
>>>NOVA COLEÇÃO Ballare Malhas www.ballare.com.br/comercio
>>>Convite Street Dance http://www.ballare.com.br/sitenovo/convite-street-dance/
>>>Oficina de Samba http://www.ballare.com.br/sitenovo/oficina-do-samba-edicao-global/
>>>Sapateado Infantil http://www.ballare.com.br/sitenovo/sapateado-infantil/
>>>Nijinski Casamento com Deus http://www.ballare.com.br/sitenovo/nijinski-casamento-com-deus/
>>>NOVA COLEÇÃO Ballare Malhas www.ballare.com.br/comercio

Maurício Pinzkoski disse...

http://www.ballare.com.br/sitenovo/1o-entreatos-internacional-de-dancainscricoes-aberta/
1º ENTREATOS INTERNACIONAL DE DANÇA
PROMOÇÃO FRETE GRÁTIS e 35% de DESCONTO no SITE BALLARE.
CURTA www.facebook.com/BallareMalhasParaDancas e GANHE o frete.
Ballare Malhas - www.ballare.com.br/comercio